sábado, 22 de abril de 2017

nervosa

juro que eu não entendo!
vontade de esganar!
vontade de je ne sais quoi!
vou te bater, estou furiosa!

domingo, 2 de abril de 2017

não confessarei...


não regarei lenços com lágrimas,
não moverei meu olhar em volta
buscando algum sentido,
não balbuciarei teu nome,
não me arrepiarei de frio,
não me encolherei querendo carinho,
não escreverei teu nome
em todas as páginas do meu caderno...

não...

não confessarei que te amo
não confessarei,
não confessarei!

não confessarei
que não sei, não posso, não devo
e não quero
viver sem ter teu amor!

quinta-feira, 23 de março de 2017

meu relógio...


estranharás o meu relógio, meu querido!
Ele dispara quando tu chegas, então,
as horas passam!
mas se acomoda em estranha lentidão, 
quando te vais!
Dá-me outro relógio, peço-te!

É ainda quase uma hora da manhã
do dia em que vou te rever!...
Em minha ansiedade,
sinto como se chegasse 
a hora de despedir-me de ti -
e ainda não chegou a manhã,
nem a hora de te encontrar...


sexta-feira, 17 de março de 2017

tu me esperas crescer meu namoradinho?...


tu me esperas crescer, meu namoradinho?
pois eu desconfio que, quando eu crescer
te amarei ainda mais do que te amo,
desejarei ainda mais do que desejo
repartir contigo meus dias e meu coração!
tu me esperas crescer, e te preparas
para dar-me uma vida feliz a teu lado?
pois eu desconfio que nada, nada poderá
distrair-me dessa expectativa, ou talvez
me arrastar para fora dessa fixação!
oh, como eu espero que tu me esperes
meu idolatrado e lindo namoradinho,
quero te dar a borboleta que vive dentro
do meu coração apaixonado, apaixonado,
e perguntar-te se já podes ser meu namorado!

quinta-feira, 16 de março de 2017

flores liláses de lavanda...

Pode haver um dia de passeio de bicicleta
em campos franceses cobertos
de flores liláses de lavanda...

Pode haver uma moça apaixonada
que sonhe com eles, que os ame
sem nunca tê-los, de fato, conhecido...

Mas o que não pode deixar de haver 
é um rapaz
maior dos sonhadores do mundo
nos braços de quem o passeio dela termine!



domingo, 12 de março de 2017

sapatinhos de sonhos...


se já calçaste alguma vez 
teus sapatinhos de sonhos
e se caminhaste por toda a manhã
sentindo que pétalas das flores mais lindas
se esparramavam pelo teu caminho,
e não soubeste dizer
se caminhavas ou flutuavas de felicidade,
saberás do que agora eu falo,
e entenderás se eu agora te disser
que quando ele me beijou 
- na única vez em que nos beijamos - 
calcei meus sapatinhos de sonhos
e disse ao seu ouvido:
"nada neste mundo pode ser maior
que este momento!
Amor, como eu te amo"!

sexta-feira, 10 de março de 2017

... perspectiva...


Eu vejo o mundo da perspectiva
dos apaixonados
então, nada no meu mundo
é sem cor...

Eu provo o mundo do paladar
dos amantes,
então nada na minha vida
é sem sabor...

Eu toco o mundo do tato
dos que amam o sentir
então, tudo ao meu redor
tem certa suavidade...

Eu vivo a vida na proporção
do que eu te amo
então, tudo em minha vida
é felicidade!

segunda-feira, 6 de março de 2017

meu beija-flor.


Tu vais comigo
que eu não sei 
se eu te sigo
ou tu me segues...

Não te nego
o meu amor
mas não me negues
tua companhia.

Amanheçamos
cada dia
para ser o melhor
que já vivemos.

Meu beija-flor
que nos fartemos
de prazer
sem fim

quero te dar
de beber
de mim!

quinta-feira, 2 de março de 2017

quase...


Eu querida ter te dado aquela flor,
branquinha, singela,
quase como se coubesse meu sorriso
dentro dela...

Eu queria ter te dado aquele beijo,
suave, caloroso, molhado,
quase como se eu tivesse
me entregado.

Eu queria ter sido tua, sabe,
não queria ter quase sido
e ficar agora num quase amor
de um quase amigo...

Eu queria que o tempo voltasse
agora que estou tão decidida,
porque agora eu te entregaria
a minha vida!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

tímida.


- Como te defines?
- Vejo-me tímida, extremamente
tímida, circunspecta, esquiva...
- Não sei se poderei concordar
contigo... És tão linda!
- Sou-te grata, mas
timidez nada tem a ver com beleza
timidez é a alma receosa de revelar-se
a quem não a consiga entender,
não exatamente a quem
não consiga gostar dela.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

palavra.


- Fazes lindos poemas!
- Muito obrigada.
- Dize-me uma coisa: farias um poema
se eu te desse uma palavra?
- Faço, sim, com qualquer palavra.
- Tu me farias um poema
 com a palavra amor?!
- Ah, perdão, menos essa, que nessa
eu me acabo
e se acaba toda a minha poesia!...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

delicadamente.


Chegaste em minha vida 
delicadamente,
como aquelas garoas vagarosas,
aquelas
pétalas repousadas sobre o muro,
como
aqueles olhares esquivos
de apaixonados tímidos...

Ah, eu sempre soube 
que tu eras perigosamente
belo, meigo, ensolarado, puro,
gentil, de olhar esquivo
dos apaixonados,
como gotas de orvalho
repousadas sobre a flor.

Agora, 
não sei viver sem ti, não sei,
ah, meu querido, nem posso
imaginar como seja.
Então, peço todos os dias
a todas as curvas do destino
que tu não te vás,
não te desvies, não me deixes
nunca, nunca!

Nem mesmo
delicadamente.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Temas da vida: Felicidade.

          "O homem mais feliz,
          seja ele um rei ou um camponês,
          é o que encontrou a paz."   
                                               Goethe
               
                 "Não encontramos a felicidade,
           nós a construímos."
                Autor Desconhecido                              

          "A melhor maneira de ser feliz
           é contribuir
           para a felicidade dos outros.
                   Robert Baden-Powell                          

domingo, 17 de março de 2013



A partir de hoje, 18 de março de 2013, novo blog, novas postagens, nova perspectivas de uma nova Anna Clara Marianna.